Apresentação do Fórum

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Apresentação do Fórum

Mensagem por Admin em Seg Maio 22, 2017 1:58 pm

Olá, colegas do COF,
tendo em vista que o Seminário de Filosofia está sem fórum já há algum tempo, pensei em elaborar um, inspirado na ideia dos quatro discursos. É verdade que os alunos já tem acesso a vários grupos no facebook para troca de informações, mas acredito que esta proposta possa ser de apoio a esses grupos pela organização de categorias e tópicos que um fórum pode oferecer.

**************************** Categorias do Fórum:

O fórum está dividido em 6 categorias: Geral e Sobre o Fórum (a primeira e a última), e as categorias da Poética, Retórica, Dialética e Lógica/Analítica.

Na categoria Geral há o espaço para:
- apresentação (um momento para falar sobre si: algo da sua história, seus objetivos etc.);
- um bate-papo amigável e aberto (o fórum possui também um sistema de mensagens privadas);
- uma área para conversar sobre os autores que o interessem enquanto indivíduos: suas vidas pessoais, informações biográficas ou bibliográficas, com o intuito de auxiliar no entendimento da obra de tais autores;
- uma área de debate e pós-debate, organizada para quem quiser discutir sobre algum assunto. No debate há a discussão, e no pós-debate os mesmos colegas ou outros podem fazer o trabalho de decompor e analisar os argumentos com o intuito de ensinar e aprender. Postar no debate implica estar consciente dessa norma;
- uma área para comentar sobre exercícios e aspectos de alguma aula do curso que você não entendeu ou quer complementar;
- uma área para comentários sobre dúvidas e pedidos de indicações a respeito de livros, citações. "Que livro fala sobre tal assunto", ou "o que fulano quis dizer com tal e tal coisa no livro tal?".
- um local para anunciar eventos relacionados ao curso ou que possam ser de interesse direto dos outros alunos.

As categorias Poética, Retórica, Dialética e Lógica ainda não estão plenamente organizadas. O foco é abrir o espaço para que se possa tratar um assunto sobre o aspecto:
- poético (construção simbólica/narrativa);
- retórico (o estilo que satisfaça ao autor/a verossimilhança que agrade ou persuada ao leitor);
- dialético (a expressão da realidade pelo confronto das hipóteses partindo do eu enquanto parte dessa mesma realidade);
- lógico (discussões sobre lógica, ciências "duras" (química, física, matemática etc.) e suas aplicações)

Cada categoria dos quatro discursos foi moldado em 3 sub-categorias principais:
- uma, voltada postagens sobre o discurso enquanto técnica (é a primeira sub-categoria de cada categoria);
- a seguir vem um conjunto de categorias que tentam abarcar ao menos genericamente os casos mais comuns de aplicações de cada discurso, numa tentativa de organizar tanto quem quiser postar quanto quem quiser ler e saber se localizar devidamente nesse dilúvio de informações que é o conhecimento;
- por último, para fazer jus ao nosso professor, ao fim de cada uma das quatro categorias de discurso há uma dedicada ao enfoque na discussão desse tema na atualidade brasileira (seja citando autores bons, para disseminar a boa nova, ou ruins, para analisá-los e absorver as possibilidades de erro humano a fim de que você mesmo os evite hoje ou no futuro).

O funcionamento das categorias discursivas é exemplificada a seguir:
Digamos que você queira falar sobre Dostoiévski. Você pode postar no bate-papo, se não for algo sério; pode postar no Sobre Autores e Pessoas, se estiver estudando sua obra e quiser falar sobre a vida dele como forma de complementar seu estudo; pode postar em Literatura e Poesia (Poética) se quiser discutir suas criações simbólicas e seus romances (e/ou relacioná-los ao cotidiano, por exemplo); pode ainda postar em Estilística (Retórica), se a ideia é falar sobre o seu estilo de escrita.

Outro caso: Otto Maria Carpeaux. Da mesma forma no Bate-papo; Sobre Autores e Pessoas idem; Literatura e Poesia (Poética), se o seu intuito for discutir sobre o conteúdo de um dos seus artigos literários (e, portanto, a discussão não é Carpeaux, mas a obra citada no artigo); Estilística (Retórica), se o intuito for discutir sobre o estilo de escrita dos artigos do Carpeaux.

E Olavo de Carvalho? Há dois aspectos do Olavo: podemos tomá-lo como professor ou como filósofo. Os dois, é claro, se unem e se complementam.
Enquanto professor, há as categorias específicas para tratar sobre as aulas aulas e conteúdo, além, é claro, do bate-papo;
Enquanto filósofo, é possível abarcar tanto os aspectos dele enquanto indivíduo (Sobre Autores e Pessoas), quanto a forma, tanto dos seus artigos como das suas aulas (Estilística), como suas obras filosóficas, em Análises Dialéticas.

Dúvida possível: "Mas Olavo conta várias historinhas, faz sentido abordar na categoria da poética?" - segundo a construção das categorias, não. Como não é o seu traço dominante (contar histórias), mas um complemento ao seu estilo de exposição, é mais adequado tratá-lo do ponto de vista retórico, na Estilística - ou, se for uma ou outra em particular, é possível abordá-lo em Comentários Sobre as Aulas, referenciando devidamente o local onde está a informação para contextualizá-la.

Por último, esta mini-categoria, Sobre o Fórum, com a sub-categoria Geral, onde serão postadas informações sobre este nosso fórum na medida em que forem necessárias.

**************************** Normas de Conduta:

Pede-se que cada membro poste na categoria correta, e preze sempre pelo bem-estar dos outros colegas de curso. Não incentivamos brigas, discussões gratuitas, informação barata - como também o Seminário não é lugar para gente interessada só nessas coisas. Claro que errar é humano, já desde Adão, mas mais importante é perceber o erro e tentar acertar.

Acredito que o ideal do COF é buscar cada vez mais coisas fixas, largando de pouco a pouco as efêmeras; é uma busca paralela e necessária à busca das certezas em troca das meras opiniões. Já desde a aula 1 Olavo vem insistindo nesse aspecto, seja pelo necrológio (o seu aspecto individual mais verdadeiro e permanente), ou pela busca de amizades com base em objetivos (portanto, em algo fixo e não apenas amizades por atração ou interesse momentâneo).

Peço que esse mesmo ideal seja buscado aqui dentro. Busque, na medida do possível, falar com sinceridade. É impossível exigir que seja de fato assim, como eu também não posso exigir nem de mim mesmo, mas enquanto ideal, é importante buscá-lo.

TROLLS, se identificados, não serão tolerados. Troll não é aquele que erra, mas aquele que quer errar para atrapalhar os demais.

Evite discurso duplo! Chamo de discurso duplo as camadas de discurso em que uma pessoa encobre o que realmente quer dizer, seja por vergonha do julgamento alheio ou por medo. A recomendação não é só por uma questão de sinceridade: é principalmente por uma questão de praticidade. Se você tem uma dúvida, mas tem vergonha de perguntá-la, e aí pergunta outra coisa parecida, o que acontece é que, por mais que os colegas do curso se esforcem por resolver o que você escreveu como dúvida, você sabe, no fundo, que não está sendo ajudado - e continuará sem ter a resposta para o seu problema real. Portanto, você perdeu tempo, o outro perdeu tempo e - o que é pior, no fim das contas -, você não conseguiu a solução para a dúvida que o inquietava. Por isso, se sentir, por mais fraca que seja a sensação, que não está sendo sincero, pare um pouco. Deixe a dúvida real vencer o discurso duplo, deixe que ela seja expressa da melhor maneira que você puder. Não tenha medo de erros nem de julgamentos: todos aqui querem aprender, e você sempre pode treinar um "vá tomar no cu" caso um troll o provoque num momento de sinceridade. As duas postagens (a do troll e a de defesa) serão limpas tão logo detectadas e você poderá continuar a sua busca por expressar a dúvida com mais exatidão.

Ex.: se em resposta à uma dúvida sua, alguém posta "que burro, você não sabe nem uma coisa dessas? sai daqui!"
Eu te pergunto: qual dos dois está fazendo discurso duplo? Talvez você esteja, isso é contigo. Mas o que te respondeu dessa maneira podemos dizer que está num discurso falso, pois sua frase pode significar simplesmente "eu não consigo ver as coisas do seu ponto de vista, não quero ver, e sua presença me incomoda". Isso, portanto, cabe num discurso troll: uma postagem inútil que prejudica a tentativa do outro de chegar a algum conhecimento. É permitida uma postagem-resposta à trollagem, num estilo Olavo de Carvalho de resposta.

Nota: mas é claro que o bate-papo existe para que nem tudo seja só seriedade. Que os membros possam trocar informações, aprender, ensinar, e conversar também, sobre algo sério ou algo banal, conhecendo uns aos outros e, quem sabe, formando amizades (isso não está restrito ao fórum, é o objetivo do Seminário em si e dos vários grupos formados a partir dele, na vida real, no facebook ou onde for - aqui não é diferente).

Espero que o fórum possa ser útil ao seu desenvolvimento e ao dos outros colegas.

Admin
Admin

Mensagens : 6
Data de inscrição : 20/05/2017

Ver perfil do usuário http://colegas-do-cof.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum